Governo de Rondônia
Wednesday, 27 de October de 2021

Metodologia

Governo do Estado de Rondônia

BPM

BPM é a sigla para Business Process Management (em português, Gestão por Processos de Negócio). Por meio do BPM é possível transformar uma empresa a partir da gestão e otimização de seus processos. Ou seja, ao invés de olhar para departamentos, áreas verticais, pode-se enxergar os processos de ponta a ponta dentro da empresa. Como por exemplo, desde o pedido até a entrega do produto. E dentro desse processo podem existir diversos departamentos.

O BPM não é uma metodologia, tampouco uma ferramenta ou software específico. É uma disciplina de gestão. Isto é, um conjunto de conhecimentos sobre princípios e práticas de gestão de processos que você pode implementar na sua empresa.

O objetivo é entregar valor para o cliente, eliminar desperdícios e otimizar os processos. Quando os clientes percebem valor no produto ou no serviço que uma empresa entrega, eles se mantêm fiéis e compram cada vez mais. Dessa forma, é possível obter maior lucratividade, ou seja, um maior retorno sobre o investimento.

Ao relacionar a disciplina de BPM a um fluxo com alto valor agregado, pode-se afirmar também que o BPM colabora para a sustentabilidade do negócio ao longo prazo. Pois, assim, a empresa desenvolve seus processos e executa tarefas com maior qualidade, com menos esforço e melhores resultados.

 

Saiba mais

 


 

PMBOK

O gerenciamento de projetos PMBOK, sigla para Project Management Body of Knowledge (Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos), é um guia ou documento que contém a terminologia padrão, melhores práticas e diretrizes dos processos referentes ao gerenciamento de projetos. Definido e desenvolvido pelo Project Management Institute (PMI), um instituto americano focado em trabalhar ações da área de gerenciamento de projetos.

Atualmente, o guia PMBOK está na sexta edição na maior parte do guia abrange tópicos específicos para gerenciamento de projetos, mas menciona temas mais abrangentes que se sobrepõem, como: Orçamento, Planejamento, Previsão financeira e Comportamento organizacional.

O PMBOK, também utiliza cinco grupos de processos para categorizar as operações de gerenciamento de projetos necessárias para administrar uma empresa ou supervisionar um projeto, divididas em:

  • Iniciação
  • Planejamento
  • Execução
  • Monitoramento e Controle
  • Encerramento

Dentro do guia PMBOK, os cinco grupos de processos podem ainda ser divididos em dez áreas de conhecimento (já foram 9 em algumas edições anteriores). Elas se sobrepõem durante as diferentes fases de um projeto.

  1. Gerenciamento de integração de projetos
  2. Gerenciamento do escopo do projeto
  3. Gerenciamento do cronograma
  4. Gerenciamento de custos
  5. Gerenciamento da qualidade
  6. Gerenciamento de recursos do projeto
  7. Gerenciamento de comunicações
  8. Gerenciamento de riscos
  9. Gerenciamento de aquisições do projeto
  10. Gestão de partes interessadas do projeto

A verdadeira vantagem de utilizar o gerenciamento de projetos PMBOK é garantir que a metodologia seja a mais simples, rápida e fácil de usar. Dessa forma, a organização aplicará o rigor suficiente para otimizar os resultados do projeto, sem sobrecarregar os participantes, mas usando as melhores metodologias, na medida certa.

 

Saiba mais


Compartilhe