Governo de Rondônia
Tuesday, 21 de September de 2021

Equipe

Governo do Estado de Rondônia

Hoje, na Coordenadoria de Gestão Estratégica, é utilizado o framework Scrum, pois ele ajuda pessoas, equipes e organizações a gerar valor através de soluções adaptativas para problemas complexos. Juntamente com o Coordenador da Gestão Estratégica o framework SCRUM divide os profissionais em 3 papéis dentro de um Time Scrum: Scrum Master, Product Owner e Developers.

 

Atualizado em 20/05/2021

 

 

COORDENADOR DE GESTÃO ESTRATÉGICA

O Coordenador de Gestão Estratégica realiza a Gestão do Portfólio de Projetos de Desenvolvimento e Modernização pública, constrói diretrizes e políticas de qualidade das entregas de otimização de processos, gestão de projetos e planejamento estratégico. Seu foco é na otimização de recursos e eficiência, otimização/gestão de riscos, garantia de entrega de valor ao cliente.

 

SCRUM MASTERS

Scrum Master significa mestre do Scrum. Para desempenhar tal papel, ele precisa ser familiarizado com o processo de Scrum e saber como realizá-lo corretamente, já que ele deve ser como um guia para o Time Scrum. Ele atua em todos os setores do processo de Scrum, desde planejar um Sprint junto com o Product Owner, entre outros.

O Scrum Master é baseado na ideia de líder servidor, um tipo de gestor que faz mais do que monitorar o andamento do processo e o desempenho das equipes.

Na SETIC, os Scrum Masters tem como responsabilidades:

  • Conduzir a rotina de trabalho das equipes por meio de métodos ágeis, inspirando a auto-organização, a comunicação eficaz e a cooperação entre seus membros;
  • Planejar, facilitar e conduzir as reuniões de projeto com o time, atuando como um facilitador de discussões, tomada de decisão e resolução de conflitos;
  • Facilitar a integração entre as entregas das diversas equipes envolvidas em um projeto;
  • Identificar, analisar e remover impedimentos para que a equipe alcance os objetivos planejados;
  • Extrair métricas de acompanhamento do desempenho das equipes, propor melhorias e simplificação nos processos internos;

 

PRODUCT OWNERS

No time de Scrum, o Product Owner (P.O.) tem a responsabilidade de conduzir o projeto de acordo com a necessidade do cliente e demais partes interessadas. É a única pessoa responsável por definir o produto, incrementando-o de acordo com o andamento do projeto. Para cada time de Scrum, há apenas um P.O. para tomar as decisões concernentes ao produto, para que não haja divergências na definição do mesmo, o que acarretaria no bom andamento do projeto.

Um P.O. tem que ter um bom conhecimento do framework Scrum, além de possuir habilidades de comunicação e poder de decisão. As tarefas que um Time de Desenvolvimento são definidas por ele, e isso não quer dizer que ele seja o chefe do time. Ele apenas tem a função de tomar decisões que visam maximizar o trabalho de todos para se obter o melhor retorno possível do cliente.

Na Coordenadoria de Gestão Estratégica, o Product Owner tem a função de:

  • Gerir processos de projetos no sistema SEI, garantindo que as solicitações oficializadas sejam respondidas aos órgãos em tempo hábil;
    Avaliar as perspectivas de mercado, riscos e mudança no escopo dos projetos;
  • Buscar, resolver e facilitar de forma rápida os desafios direcionados ao PO junto aos stakeholders do projeto;
  • Proteger o processo de desenvolvimento, garantindo que os projetos e processos passem por todas as fases;
  • Priorizar e refinar as estórias em backlog;
  • Coordenar e gerenciar as reuniões de planejamento das sprints;
  • Garantir a qualidade na entrega do produto;
  • Decidir quando e quais projetos ou processos entrarão para desenvolvimento dos times;
  • Participar das reviews e coletar feedback dos stakeholders;
  • Construir e Estruturar projetos de modernização da própria SETIC;
  • Proteger a documentação adequada dos projetos dentro do documentos.sistemas.ro.gov.br;
  • Entender as necessidades dos projetos e processos, a fim de repassá-las da melhor forma aos times;
  • Auxiliar a alta gestão na tomada de decisão referente ao projetos e processos que entrarão para desenvolvimento e os em andamento;
  • Garantir o uso correto das metodologias e melhores práticas em projetos e processos;
  • Valorar os projetos, garantindo seu valor agregado aos stakeholders;

 

TIMES DE DESENVOLVIMENTO

O Time de Desenvolvimento na metodologia Scrum são os profissionais que realizam o trabalho de entregar uma versão usável do produto “Pronto” e o incrementando ao final de cada Sprint. Diferente dos times de desenvolvedores na SETIC, os que fazem parte da Coordenadoria de Gestão Estratégica são os Times de Negócios. Estes profissionais entregam como produto: Projeto, Otimização de processo e/ou a Análise de Negócios.

Eles são estruturados e autorizados pela organização para organizar e gerenciar seu próprio trabalho. Esse trabalho em equipe aperfeiçoa a eficiência e a eficácia do Time de Negócios como um todo. Dentre suas funções estão:

  • Realizar análise prévia das solicitações de desenvolvimento de soluções informatizadas, verificando a viabilidade, exequibilidade, efetiva necessidade e grau de prioridade, sempre avaliando a melhor solução para a demanda apresentada, em seguida encaminhando a solicitação para aprovação e priorização final pelo Superintendente;
  • Mapear, sugerir melhorias e redesenhar os processos de negócio envolvidos na solução informatizada a ser desenvolvida, obtendo a aprovação dos gestores das pastas afetadas;
  • Realizar, em cooperação técnica, estudos de redimensionamento da força de trabalho, otimização de processos, redesenho do negócio e cadeia de valor, conforme disponibilidade;
  • Utilizar de metodologias e ferramentas para análise e interpretação de dados, auxiliando os gestores na tomada de decisão;
  • Elaborar relatórios sobre o desenvolvimento ou não de sistemas, com base em dados;
  • Realizar benchmarking, verificam tendências de mercado;
  • Verificar o custo-benefício dos sistemas, processos e projetos;
  • Conferir se os sistemas, processos e projetos estão alinhados ao planejamento estratégico do estado;
  • Verificar e analisar o negócio, a fim de captar requisitos para elaboração de sistemas, projetos e processos;
  • Identificar falhas em processos e buscar estratégias de solução para propor a melhoria dos processos;
  • Estudar tempos e parâmetros dos processos;

Compartilhe