Governo de Rondônia
Tuesday, 19 de October de 2021

Equipe

Governo do Estado de Rondônia

COORDENADOR DE ANÁLISE E GESTÃO DE DADOS

O Coordenador de Análise e Gestão de Dados tem como função planejar, coordenar e executar projetos de desenvolvimento de relatórios, bem como manter todos os serviços de banco de dados em seu correto funcionamento. Também orienta a equipe no que tange os projetos de desenvolvimento e arquiteturas de banco de dados da SETIC e estado. Viabiliza estudos e provoca a evolução de boas práticas em gestão e exibição de dados. Faz a interface entre clientes e fornecedores, sempre pensando na máxima entrega de valor para o cliente.

 

SCRUM MASTERS

Scrum Master significa mestre do Scrum. Para desempenhar tal papel, ele precisa ser familiarizado com o processo de Scrum e saber como realizá-lo corretamente, já que ele deve ser como um guia para o Time Scrum. Ele atua em todos os setores do processo de Scrum, desde planejar um Sprint junto com o Product Owner, entre outros.

O Scrum Master é baseado na ideia de líder servidor, um tipo de gestor que faz mais do que monitorar o andamento do processo e o desempenho das equipes.

Na SETIC, os Scrum Masters tem como responsabilidades:

  • Conduzir a rotina de trabalho das equipes por meio de métodos ágeis, inspirando a auto-organização, a comunicação eficaz e a cooperação entre seus membros;
  • Planejar, facilitar e conduzir as reuniões de projeto com o time, atuando como um facilitador de discussões, tomada de decisão e resolução de conflitos;
  • Facilitar a integração entre as entregas das diversas equipes envolvidas em um projeto;
  • Identificar, analisar e remover impedimentos para que a equipe alcance os objetivos planejados;
  • Extrair métricas de acompanhamento do desempenho das equipes, propor  melhorias e simplificação nos processos internos; 

 

PRODUCT OWNERS

De acordo com o Scrum, dentro de um time, o Dono do Produto ou Product Owner (P.O) tem a responsabilidade de conduzir o projeto de acordo com a necessidade do cliente e demais partes interessadas. É a única pessoa responsável por definir o produto, incrementando-o de acordo com o andamento do projeto. Para cada time de Scrum, há apenas um P.O. para tomar as decisões concernentes ao produto, para que não haja divergências na definição do mesmo, o que acarretaria no bom andamento do projeto.

Na Setic, por representar os interesses da comunidade de stakeholders para o Time Scrum, o Product Owner na Coordenadoria de Desenvolvimento (CODE) é o responsável por conduzir o Produto e/ou Serviço resultado de um projeto previamente elaborado pela Coordenadoria de Gestão Estratégica (COGE). Ele deve, também, garantir uma comunicação clara para o Time Scrum sobre requisitos de funcionalidades desse Produto e/ou Serviço, definindo os Critérios de Aceitação e garantindo o cumprimento desses critérios. Em outras palavras, o Dono do Produto é responsável por garantir que o Time Scrum entregue valor.

O Dono do Produto precisa e deve entender as necessidades e prioridades dos stakeholders, incluindo clientes e usuários, pois o mesmo é referido como sendo a voz do cliente, já que ele garante que as necessidades explícitas e implícitas do cliente sejam traduzidas em Estórias de Usuário no Backlog Priorizado do Produto e, posteriormente, utilizadas na criação dos Entregáveis Prontos do projeto para o cliente.

Um P.O. tem que ter um bom conhecimento do framework Scrum, além de possuir habilidades de comunicação e poder de decisão. As tarefas que um Time de Desenvolvimento tem são definidas por ele, e isso não quer dizer que ele seja o chefe do time. Ele apenas tem a função de tomar decisões que visam maximizar o trabalho de todos para se obter o melhor retorno possível do cliente.

Na Coordenadoria de Desenvolvimento (CODE), o Product Owner possui as seguintes funções:

  • Determinar os requisitos gerais iniciais do projeto e dar início às suas atividades;
  • Representar o(s) usuário(s) do produto ou serviço com um profundo conhecimento sobre a comunidade dos usuários;
  • Intermediar o relacionamento entre o cliente e o time de negócios ou de desenvolvimento, buscando o alinhamento de informações e expectativas;
  • Levantar os requisitos do produto junto ao cliente e traduzi-los para o time;
  • Conduzir o processo de concepção inicial do produto a ser desenvolvido, envolvendo o time, os representantes do cliente e demais interessados;
  • Selecionar e priorizar as funcionalidades a serem implantadas no produto em desenvolvimento;
  • Realizar testes de qualidade do produto e de experiência do usuário;
  • Garantir os recursos financeiros iniciais e em andamento para o projeto;
  • Focar na criação de valor, e de forma geral, no Retorno sobre Investimento;
  • Avaliar a viabilidade e garantir a entrega do produto ou serviço;

 

TIMES DE DESENVOLVIMENTO

O Time de Desenvolvimento são os profissionais que realizam o trabalho de entregar uma versão usável do produto “Pronto” e o incrementando ao final de cada Sprint. Eles são estruturados e autorizados pela organização para organizar e gerenciar seu próprio trabalho. Esse trabalho em equipe aperfeiçoa a eficiência e a eficácia do Time de Desenvolvimento como um todo.

Dentre suas funções estão:

  • Desenvolver sistemas informatizados a partir do entendimento das necessidades dos clientes e transformando-as em soluções criativas úteis.
  • Definir a arquitetura de sistemas em desenvolvimento a ser acompanhado
  • Projetar e mantém a estrutura necessária para os sistemas e aplicações complexas, prestando suporte durante a implantação da solução;
  • Criar interfaces intuitivas para a melhor experiência do usuário e realizar testes de usabilidade;
  • Desenvolver integração entre sistemas informatizados;
  • Modelar e integrar bases de dados, realizar limpeza e tratamento dos dados governamentais, construir painéis de controle gerencial, desenvolver soluções de inteligência de negócios e estabelece métricas de desempenho;
  • Realizar análise, manutenção e evolução em sistemas informatizados legados;
  • Desenvolver, manter atualizada e tornar acessível toda a documentação de desenvolvimento e uso dos sistemas;

Compartilhe