Governo de Rondônia
Monday, 20 de September de 2021

Febre Aftosa: Animais são vacinados em Porto Rolim e Bolívia

07 de janeiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

30F64464-7AFF-4221-BE34-A2C110650DD9_4-Porto-Rolim_640x480

Construído e inaugurado em julho de 2013 pelo Governo da Cooperação, o Posto de Fiscalização de Fronteira da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), de Porto Rolim de Moura do Guaporé, não só ofereceu melhorias nas condições de trabalho como tem alcançado êxito nas atividades a que se destina. O escritório conta com sala de atendimento, alojamento feminino e masculino, cozinha, banheiros e uma sala de comunicação.

O posto é responsável pela fiscalização do Rio Guaporé, de Porto Rolim até a Fazenda Pau D’Olho, um trajeto de 198 quilômetros. O posto conta com o apoio de um barco (Quero Quero 1), de duas lanchas motor 40hp, uma de motor 90hp e outra com motor de 15hp, um avião (Tracajá 1), além de um jipe e duas motos.

 

DSC07191-Posto-da-Idaron-construido-e-inaugurado-pelo-Governo-da-Cooperacao_640x427

Uma vez por semana, a equipe do Posto da Idaron de Porto Rolim realiza a fiscalização de embarcações para verificar se há trânsito de animais e vegetais. “O gado brasileiro pode ser transportado pelo rio se tiver origem e todas as guias de certificação. Já o gado boliviano não é permitido”, explicou Antônio Marcos Gonçalves das Chagas, gerente de defesa.

Febre aftosa

Durante a 35ª etapa da campanha de febre aftosa, 13.713 cabeças de gados foram vacinadas em Porto Rolim de Moura do Guaporé. Destes, 13.584 eram bovinos de corte e 129 bovinos de leite. Foram 10.499 machos vacinados e 3.214 fêmeas.

O posto também foi responsável pela vacinação de rebanhos bolivianos. “Nas propriedades da Bolívia, nós trabalhamos com a conscientização, pois não podemos obrigar os proprietários bolivianos a vacinar seus animais. Mas geralmente somos bem recebidos”, explicou Reinaldo Aparecido Parreira, chefe da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav).

4-Vacinacao-Febre-Aftosa_640x4802

Enquanto no Brasil foi realizada a 35ª etapa da vacinação, na Bolívia está sendo realizado o 26º ciclo de vacinação. “Nesta última vacinação foram aproximadamente 800 animais vacinados na Bolívia, mas ainda vamos voltar para vacinar quantos animais forem possíveis”, ressaltou Antônio Marcos.

De acordo com os funcionários, há seis anos que o gado boliviano é vacinado.

 

 

4-Funcionarios-da-Idaron-Porto-Rolim_640x4262

Captura de morcegos

No final de 2013, o posto da Idaron de Porto Rolim recebeu 40 funcionários, de todas as Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal do Estado, para um treinamento de captura de morcegos hematófagos, transmissores da raiva bovina.

A raiva é uma doença causada por um vírus que atinge, além dos bovinos, búfalos, cavalos, burros, jumentos, mulas, cabritos, ovelhas, porcos, animais selvagens, cães e gatos. A principal forma de transmissão da raiva aos humanos é através da mordida de um animal infectado. Ao vacinar os animais contra a raiva, o proprietário deve declarar a vacinação em uma Agência da Idaron.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe