Governo de Rondônia
Wednesday, 22 de September de 2021

EDUCAÇÃO

Alunos da Escola Antônio Francisco Lisboa realizam trabalho sobre folclore

26 de agosto de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Estudante exibe um painel abordando temas do folclore da literatura brasileira

Alunos dos 6° e 7° anos do Ensino Fundamental II, turmas A e B da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio, Antônio Francisco Lisboa, localizada em Cujubim, coordenados pelas professoras Maclei e Laila,  de Língua Portuguesa, realizaram na última sexta-feria (23)  um trabalho sobre folclore afim de incentivar a pesquisa, estimular a criatividade e a imaginação, valorizar a diversidade cultural e promover a conscientização das diferenças culturais.

A professora Maclei disse que “por folclore, entende-se as manifestações da cultura popular que caracterizam a identidade social de um povo. O folclore pode ser manifestado tanto de forma coletiva quanto individual e reproduz os costumes e tradições de um povo transmitidos de geração para geração. Sendo assim, todos os elementos que são parte da cultura popular e que estão enraizados na tradição desse povo são parte do folclore”.

As manifestações do folclore, de acordo com a professora Laila,  dão-se por meios de mitos, lendas, canções, danças, artesanatos, festas populares, brincadeiras, jogos etc. “O folclore é parte integrante da cultura de um povo e, por isso, é considerado pela Unesco como Patrimônio Cultural Imaterial, sendo imprescindível a realização de esforços para a sua preservação.

A palavra folclore tem origem no inglês e é oriunda do termo folklore. Esse termo, por sua vez, foi originário da expressão folk-lore, criada por um escritor chamado William John Thoms, em 1846. Em 22 de agosto de 1846, uma carta de Thoms enviada à revista The Atheneum foi publicada.
O termo de Thoms baseava-se em duas palavras: Folk, que significa povo e Lore, que significa conhecimento, saber.
Assim, a junção das duas palavras, conforme o próprio Thoms, significa saber tradicional de um povo. A palavra proposta de Thoms não foi adotada logo de imediato e só se popularizou quando surgiu a Sociedade do Folclore em Londres, no final do século XIX.

Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Antônio Queiroz
Fotos: Divulgação/Nilta Moreira Braga Nunes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Evento, Rondônia, Sociedade


Compartilhe