Governo de Rondônia
Tuesday, 28 de September de 2021

EDUCAÇÃO

Escola Floriano Peixoto produz hortifrutigranjeiros orgânicos para merenda escolar

06 de junho de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

A horta escolar precisa de atenção diária para conter as pragas e ervas daninhas

O Projeto Horta Escolar da Escola Estadual de Ensino Fundamental Floriano Peixoto, em Cerejeiras, tem uma produção de hortifrutigranjeiros orgânicos e o senhor Milton, que cuida da horta, afirma que toda produção é direcionada para o consumo dos estudantes na merenda escolar.

Estudos provam que uma horta adubada com fertilizantes sintéticos há muito nitrogênio, o que leva a altas taxas de proteína no vegetal plantado ali. Esse elemento deixa a planta bastante vulnerável a doenças e com elevado teor de nitrato, que é tóxico e causa problemas à saúde de uma pessoa.

A coordenadora Regional de Educação de Cerejeiras, professora Marlene Ribeiro de Souza, disse que está comprovado que, em certas situações, os itens orgânicos são, sim, mais ricos em nutrientes.

“Em sua tese de doutorado, a química Sônia Stertz, da Universidade Federal do Paraná, encontrou menos substâncias benéficas nas versões convencionais de tomate, batata, morango, agrião e couve-flor. Contudo, isso depende de fatores como clima e solo. E há grandes variações de um produtor para outro”, destacou Souza.

O morango orgânico, para ter ideia, esbanjou 342% a mais de ferro, 183% de magnésio, 80% de potássio extra, 34%de cálcio, 26% de fibras e 24% de proteínas.

Sr. Milton é o responsável pela horta escolar da Escola Floriano Peixoto

Os alimentos cultivados de acordo com o sistema orgânico tendem a apresentar níveis superiores de fitoquímicos. E esses compostos bioativos têm ação antioxidante, ou seja, são capazes de combater radicais livres e, consequentemente, evitar males que vão desde câncer até doenças cardiovasculares. Estamos falando do licopeno do tomate, da isoflavona da soja, do sulforaphane das couves.

 Isso é bastante plausível porque o vegetal sem agrotóxicos precisa acionar seu mecanismo natural de defesa o tempo inteiro para se proteger de seus inimigos. Esse processo, por sua vez, estimula a fabricação dos aclamados fitoquímicos.

O contato frequente com os agrotóxicos aumenta o risco de uma série de problemas, entre eles estão o câncer, alterações embrionárias e distúrbios hormonais.

O alimento orgânico é aquele produzido sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos sintéticos, sementes transgênicas e drogas veterinárias.

Os agrotóxicos contribuem para a contaminação do solo, da água e do ar.

Leia também:

Professores e gestores do Projeto Guaporé de Educação recebem capacitação para impulsionar aprendizagem dos alunos

Projeto de dança e ginástica rítmica implantado em escola da capital trouxe melhora no desempenho escolar dos alunos


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Antônio Queiroz
Fotos: Divulgação/Marlene Souza
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe