Governo de Rondônia
Friday, 24 de September de 2021

INTERAÇÃO

Rainbow loom é tema de projeto da Escola Estadual Cora Coralina, em Ariquemes

19 de junho de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Alunos assistem vídeos para depois produzirem as pulseiras

Alunos assistem vídeos para depois produzirem as pulseiras

A Rainbow loom – pulseira de elástico colorido – que surgiu nos Estados Unidos, fabricada por um chinês, virou moda entre a garotada em todo o mundo. Em Ariquemes não é diferente. Alunos da  Escola Estadual Cora Coralina, vidrados nessa novidade, estão confeccionando as pulseiras no pátio e até nas salas de aula.

Diante desse fenômeno, a professora do 4º ano B, Valdenice Firmino de Almeida Santos, percebeu que a atenção dos alunos durante as suas aulas havia diminuído, e preocupada, decidiu fazer uma pesquisa sobre as tais pulseirinhas, quando teve a ideia de ao invés de proibir a confecção reservar um horário somente para a prática. E foi assim que rainbow loom começou a fazer parte das aulas de artes da escola.

Valdenice observou  que a professora Selma Belinelo Morari, do  4º ano A, também passava pelas mesmas dificuldades,  então apresentou a ideia. Assim, as duas desenvolveram o projeto e em seguida propuseram aos alunos do 4º ano A e B o histórico da arte  (o contexto, os cuidados, certificações e alertas com relação à qualidade do material utilizado)  e a realização do Campeonato de Rainbow Loom.

Para participar do campeonato, os alunos devem atingir, no mínimo, média oito nas disciplinas de português e matemática. As equipes  são formadas por até cinco alunos, mas antes, assistem aos vídeos de tutorias no youtube na sala de multimeios e depois produzem os acessórios de acordo com as instruções. “isso fez com que os alunos melhorassem também nas atividades em sala de aula”, conta Valdenice.

Ainda de acordo com a professora, a conduta dos alunos mudou em sala de aula após o campeonato ser proposto e as aulas de arte começarem. “Verifiquei que o comportamento dos alunos havia melhorado, pois agora tinha dia estipulado para produzirem seus acessórios, o nível de concentração aumentou e desenvolveram melhor a coordenação motora”.

Segundo Valdenice,  ao término do campeonato a ideia é montar um sistema de feirinha na própria escola para os alunos venderem o material confeccionado. Durante as vendas, serão trabalhados a matemática e o sistema monetário. O recurso obtido pela venda desses materiais vai ser empregado em uma confraternização no dia das crianças para os próprios alunos.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto:  Heloisa Feliciani
Fotos: Stanismar de Sena Brito
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação


Compartilhe