Governo de Rondônia
20/05/2024

BALANÇO TRIMESTRAL

Campanhas de conscientização e mobilizações consolidam ações para vigilância e promoção da saúde no Estado 

17 de abril de 2024 | Governo do Estado de Rondônia

As ações e serviços visam à proteção e promoção da saúde, através da prevenção e controle de riscos e agravo às doenças

Campanhas de conscientização, mobilizações para aumentar a cobertura vacinal, distribuição de insumos e materiais para o combate à dengue e Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), foram algumas ações de importante alcance para a vigilância e promoção da saúde, no primeiro trimestre de 2024 .

Em janeiro, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa/RO) e a Organização Não Governamental (ONG) “NHR Brasil” renovaram a parceria, para ações de enfrentamento à hanseníase. O Governo de Rondônia ampliou a conscientização e fortaleceu a ação conjunta para a quebra da cadeia de transmissão da doença. O objetivo é alcançar as duas principais metas: zero transmissão e exclusão. A primeira, promove a busca ativa de casos suspeitos e de pessoas que trataram ou que estão em tratamento. Já a zero exclusão prevê a inclusão das pessoas acometidas pela doença, promovendo oportunidades e adaptação ao mercado de trabalho.

Segundo o diretor-geral da Agevisa/RO, Gilvander Gregório de Lima, o processo é contínuo e sistemático, realizado por meio de ações e serviços que visam à proteção e promoção da saúde, através da prevenção e controle de riscos e  agravo às doenças.

VACINAS

Ainda em janeiro de 2024, o Governo distribuiu para todo o Estado as vacinas tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola); tetra viral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela), e varicela monovalente. A vacinação da tríplice viral atingiu 99,71% do público-alvo na primeira dose. A segunda dose, que é o reforço e inclui a varicela, atingiu 82,25 % do público.

Priorizando a vacinação de crianças de 1 ano com a tríplice viral, e o reforço, em crianças aos 15 meses de idade, por meio da vacina tetra viral administrada, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde está empenhada em contribuir para a recuperação do certificado de eliminação do vírus do sarampo no Brasil.

A tríplice viral protege contra três doenças infecciosas importantes: o sarampo, a caxumba, e rubéola (perigosa para mulheres grávidas, podendo causar complicações graves no feto). A tetra viral, além das proteções da tríplice, também protege contra a varicela (catapora).

DIAGNÓSTICO E PREVENÇÃO

Ações para o diagnóstico precoce e prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis, Aids e hepatites virais durante o Carnaval de 2024, foram desenvolvidas no início de fevereiro, em parceria com o Ministério da Saúde, secretarias municipais de saúde e instituições não governamentais. Foram distribuídos em todo Estado:

  • 658.000 unidades de preservativos (masculinos e femininos);
  • 38.400 unidades de gel lubrificantes;
  • 26.548 testes rápidos para HIV, sífilis, hepatite B e C.

HIV

No período carnavalesco, a Agevisa/RO massificou informações sobre os serviços disponíveis, em caso de exposição de risco ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), prestando orientações sobre postos dos serviços de urgência/emergência e assistência especializada em HIV/Aids e hepatites virais, que oferecem a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP) e Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP).

INFLUENZA

Também no mês fevereiro, foi realizado o Dia ‘D’ de vacinação contra o vírus da influenza, que contou com a adesão de todos os municípios de Rondônia. A Agevisa/RO distribuiu vacinas, não só para atender o público-alvo prioritário mas também para todos os que procuraram os postos de vacinação.

DENGUE

O processo de mobilização estadual sobre os cuidados, prevenção e combate à dengue, incluindo a distribuição de insumos para o controle do mosquito Aedes aegypti, materiais educativos, e capacitação das equipes técnicas das Gerências Regionais de Saúde (GRS) de Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura e Cacoal, também teve início no primeiro trimestre. Para reforçar o combate ao vírus da dengue e controle da proliferação do mosquito transmissor da doença, o Governo editou o Decreto Estadual nº 28.953, que estabeleceu o dia 16 de março, como marco para a mobilização em prol do combate à infestação do mosquito em todo o Estado.

TUBERCULOSE

O primeiro trimestre marcou a mobilização estadual pelo “Dia Mundial de Combate à Tuberculose”, doença grave, infecciosa e transmissível, que pode levar à morte se não for diagnosticada e tratada precocemente. A campanha, teve como objetivo ampliar a divulgação dos sinais e sintomas da doença em cada município. Durante a ação foi apresentado um panorama da tuberculose no Estado, com destaque para casos de tratamento bem-sucedidos.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Valbran Junior
Fotos: Ésio Mendes e Pedro Adilon
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Ariquemes, Cacoal, Governo, Governo Fez e Faz, Ji-Paraná, Políticas Públicas, Porto Velho, Porto Velho, Rolim de Moura, Rolim de Moura, Rondônia, Saúde, Serviço, Sociedade


Compartilhe


Pular para o conteúdo