Governo de Rondônia
Monday, 27 de September de 2021

SAÚDE

Farmacêuticos recebem capacitação para tratamento em hanseníase

21 de outubro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

A Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa) realizou capacitação básica em hanseníase voltada aos farmacêuticos que manuseiam a Talidomina, remédio usado como primeira escolha para o tratamento dos casos mais graves da doença.

A Talidomina é um medicamento de uso controlado, devido seus efeitos teratogênicos (que produz dano ao embrião ou feto durante a gravidez). Para os pacientes que usam esse tipo de medicamento há um regulamento do Ministério da Saúde que prevê, desde 2011, como indispensável à assistência farmacêutica  efetiva que oriente e monitore a entrega, utilização, resultados,devolução e descarte apropriado do medicamento.

Marlene dos Santos, coordenadora estadual  de Controle a Hanseníase, disse que a proposta do evento é reunir todos o maior número possível de farmacêuticos do Estado de Rondônia para orientá-los quanto ao uso do medicamentos e a responsabilidade para com os pacientes em tratamento. “A hanseníase é uma doença de tratamento relativamente fácil, se detectada no inicio. Quando se faz um diagnóstico tardio acontecem as reações hansênicas para qual é usado o Talidomina”, explicou.

O objetivo da capacitação foi oferecer subsídios para atender às normas da Resolução de nº 11, de 22 de março de 2011, do Ministério da Saúde, que dispõe  sobre as atividades que envolvam a substância Talidomida  e o medicamento que a contenha.

O farmacêutico Kerry Alisson destacou a importância da capacitação que visa inserir o profissional farmacêutico na rede compartilhada de responsabilidade para o tratamento da hanseníase. “Aqui recebemos desde informações específicas, como sintomas, diagnóstico, reações e tratamento da doença. Outro ponto positivo da capacitação é orientar o profissional quanto aos deveres das unidades que distribuem o medicamento. Com esse conhecimento podemos avançar na responsabilidade compartilhada para que toda a rede farmacêutica tenha compromisso maior com o tratamento da hanseníase”, ressaltou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Luana Lopes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Capacitação, Governo, Saúde


Compartilhe