Governo de Rondônia
Tuesday, 21 de September de 2021

PARCERIA

Tribunal de Contas oficializa ao Governo repasse de R$ 50 milhões para a construção do novo Heuro

28 de dezembro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Governador Marcos Rocha recebe o ofício do Tribunal de Contas referente ao repasse para o Fun-Heuro

O recurso no valor de R$ 50 milhões destinado para a construção do Hospital de Emergência e Urgência (Heuro), em Porto Velho, foi oficialmente repassado para Fundo Estadual, denominado Fun-Heuro e será aplicado na nova unidade hospitalar.

Oriundo do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), o recurso foi anunciado ainda no primeiro semestre deste ano e após medidas de estruturação e efetivação do Fundo, foi efetuada a transferência do valor, na sexta-feira (27), oficializado durante reunião entre o governador do Estado, coronel Marcos Rocha, e o presidente do TCE-RO, conselheiro Edilson de Sousa Silva, juntamente com o presidente eleito, conselheiro Paulo Curi (que assumirá a presidência dia 1º de janeiro de 2020).

No ofício entregue ao governador, o presidente do Tribunal de Contas especifica que os recursos são provenientes de superávit financeiro apurado em balanço patrimonial do exercício anterior e salto financeiro do presente exercício, representando a economia gerada na gestão dos recursos públicos destinados à Corte e, sobretudo, o forte compromisso de colaborar para melhoria dos serviços públicos de Saúde no Estado de Rondônia.

Ao receber o documento oficializando o repasse para o Fun-Heuro, o governador enalteceu a iniciativa do Tribunal de Contas e deixou claro que cada centavo aplicado na construção do novo hospital será fiscalizado. “Este 27 de dezembro de 2019 é de  alegria, por estar sendo repassado esse valor de R$ 50 milhões, que será utilizado na estruturação no novo Hospital de Emergência e Urgência, ou seja, recurso do próprio Tribunal de Contas, que demonstra preocupação com a nossa área de Saúde e isso é motivo de orgulho e de muita alegria”, argumentou Marcos Rocha, garantindo celeridade e seriedade no processo de construção, definindo que a prioridade é salvar vidas.

PRIORIDADE

A construção do novo Hospital de Emergência e Urgência está entre as políticas prioritárias do Governo devido ao aumento da população do Estado e consequentemente insuficiência de leitos nas unidades hospitalares. Desde o início do atual governo, as atenções foram voltadas para garantir melhor atendimento à população, principalmente no Hospital João Paulo II, com a retirada de pacientes que antes estavam sendo atendidos na garagem, por falta de leitos.

Realizada na Escola Superior de Contas do Tribunal de Contas de Rondônia (Escon/TCE-RO), a reunião também debateu assuntos importantes referentes às áreas de Educação e Saúde, visando discutir estratégias avançadas de gestão aos setores. A reunião contou, também, com a presença do secretário-chefe da Casa Civil, José Gonçalves da Silva Júnior; do secretário de Estado da Educação, Suamy Vivecananda Lacerda; da secretária-adjunta da Saúde, Katiane Maia e do controlador geral do Estado, Francisco Lopes Fernandes Netto.

O conselheiro Edilson de Sousa destacou o momento de grande importância e enfatizou que o atual quadro do Estado é favorável para se tornar referência com bons resultados, principalmente na Educação.

Durante a reunião, tanto o atual presidente quanto o que irá assumir em 1º de janeiro destacaram a união de esforços que vão ao encontro dos anseios de se construir um novo hospital, substituindo o atual Hospital João Paulo II visando garantir dignidade e melhores condições à população.

“O Tribunal de Contas cortou despesas para viabilizar essa transferência e nesta oportunidade aproveitamos para fazer uma ótima reunião de trabalho envolvendo as áreas de Saúde e Educação para melhorar e garantir bons resultados”, disse o presidente Paulo Curi.

Leia mais:

Com doações, hospital João Paulo II ganha pintura interna e externa; ações coletivas ajudam reduzir internações nos corredores

Primeiro implante de marca-passo cerebral é realizado em Rondônia pelo SUS no Hospital de Base, em Porto Velho

Pacientes com doenças crônicas recebem medicamentos em casa por meio de programa do governo de Rondônia

Governo avança nos estudos para construção do novo João Paulo II no modelo BTS, em Porto Velho


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Paulo Ricardo Leal
Fotos: Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe