Governo de Rondônia
Sunday, 24 de October de 2021

ECONOMIA

Governo estabelece meta de redução de gastos públicos essenciais em 20%  

28 de janeiro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Junior Gonçalves tem mais de 12 anos de experiência em administração no setor privado

Como novo superintendente estadual de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos (Sugesp), Júnior Gonçalves tem a meta de redução dos gastos estabelecida em 20%. Com a determinação do governador coronel Marcos Rocha, o responsável pela pasta diz que é um desafio administrar as despesas públicas essenciais, principalmente enxugando os processos onde há regalias.

Entre os gastos essenciais do governo estão a energia elétrica, combustível, manutenção geral dos veículos do estado, produtos e equipes de limpeza, controle de diárias, passagens, e publicidade.

“Estamos verificando a possível parceria com o sistema penitenciário para trazer a mão de obra apenada e assim reduzir alguns contratos de manutenção, e ainda fazemos a inclusão social com ressocialização, gerando economia para o estado”, disse.

O superintendente, com mais de 12 anos de experiência como administrador no setor privado, considera a importância do trabalho e da preocupação do governador em deixar a equipe de gestores alinhada. “Já existe uma visão comum entre os secretários quanto a esse corte de regalias. Cada gestor já está focado nisso, o que torna o nosso papel mais fácil de lidar. Vamos implantar uma gestão unificada de processos, não é simplesmente ‘sair cortando’. O Estado tem que continuar, com eficiência, e dentro desse funcionamento temos que conseguir tirar onde está sobrando, reformulando os processos internos”, explicou.

Segundo Júnior Gonçalves, a frota de veículos está bem controlada com a entrada e saída dos carros, e não há incidência de serem utilizados para ações pessoais. “Todos as gestões acabam passando pela Sugesp devido à regulação estabelecida. Estamos começando a entender todos os contratos, vamos renegociar os que tem cláusula para isso e diminuir os custos, reajustando o que vai continuar ou não. São grandes contratos como a própria publicidade, a manutenção e o de combustível, e temos que fazer os reajustes necessários”.

TECNOLOGIA

O superintendente revelou que a equipe de TI já foi acionada para agilizar o trabalho. “Queremos um software que mostre possíveis fraudes, coisa que estamos analisando em conjunto com a nova equipe de Inteligência e Combate à Corrupção, para que não tenha nenhuma abertura para ações criminosas nos contratosÉ um trabalho minucioso, investindo em tecnologia para dar eficácia ao trabalho”.

Júnior diz que a Sugesp conta com pessoal reduzido, sendo cerca de 95% em cargos comissionados. “Com a ferramenta business intelligence nós vamos conseguir mensurar as informações, que cruzadas irão nos dar os indicadores de produção, desempenho, possíveis problemas. O servidor tem que ter o seu desempenho a contento, se não tem produtividade será trocado. O governador coronel Marcos Rocha nos deu a liberdade para trabalhar dessa forma, focando em uma nova política e no profissionalismo. O nosso projeto é entregar resultados antes dos 100 dias de governo”, finaliza.

Leia Mais:

 Governo estimula regularização, conformidade fiscal e condições na concorrência de mercado

 Ideias com soluções tecnológicas para Rondônia é prioridade para Superintendência do Estado para Resultados

Prioridade do governador e o novo gestor da Sesau é construir um novo Hospital e Pronto Socorro João Paulo II

 Diretriz da nova gestão é atrair mais investidores para Rondônia, diz superintendente da Sedi

 Atendendo às diretrizes do governador, secretário de Planejamento quer reduzir a despesa da máquina administrativa

 Novo secretário da Educação quer fortalecer ensino médio e incentivar resultados nacionais de alta performance

 Sedam quer destravar processos de licenciamentos ambientais e dar celeridade às ações no estado


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Vanessa Farias
Fotos: Jeferson Mota e Maicon Lemos
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe