Governo de Rondônia
24/06/2024

AGRICULTURA DA AMAZÔNIA

Uso consciente da água foi orientado pela Caerd na 11ª Rondônia Rural Show Internacional

25 de maio de 2024 | Governo do Estado de Rondônia

Assim como o processo de tratamento de água foi explicado aos visitantes, a crise hídrica também foi um dos tópicos abordados

Durante a 11ª Rondônia Rural Show Internacional, realizada de 20 a 25 de maio no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná, técnicos da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) alertaram sobre a importância do uso consciente da água.

O estande da Caerd foi palco para discussões essenciais sobre a sustentabilidade e a gestão dos recursos hídricos, e informações foram compartilhadas pelos técnicos durante visitas ao laboratório e a Estação de Tratamento de Água (ETA) instalada no local. Visitantes e autoridades conheceram de perto o processo de captação de água do Igarapé Nazaré, responsável pelo abastecimento de todo o Centro Tecnológico Vandeci Rack, sobre o tratamento e a distribuição de água potável.

O presidente da Caerd, Cleverson Brancalhão destacou acerca das ações desenvolvidas pela Companhia durante a feira. “Estamos diante de um desafio coletivo, precisamos estar conscientes da conservação dos recursos hídricos. A água é um bem finito e essencial, e precisamos usá-la de forma responsável para garantir que não falte a ninguém”, afirmou.

Fenômeno causou grandes estiagens no estado, com alguns rios em situação crítica

DESAFIO DO EL NIÑO

A Região Norte do Brasil enfrenta uma situação preocupante com a intensificação do fenômeno El Niño, com previsão de estiagem mais severa neste ano em comparação à observada em 2023.

O fenômeno climático El Niño é caracterizado pelo aquecimento anômalo das águas do Oceano Pacífico, que influencia padrões climáticos em várias partes do mundo. Na Região Norte, isso significa chuvas escassas e temperaturas mais elevadas, resultando em estiagens prolongadas e redução significativa dos níveis dos rios, que são as principais fontes de abastecimento de água.

De acordo com o diretor técnico e operacional da Caerd, Lauro Fernandes, a seca deste ano deve ser mais intensa do que a de 2023, e requer uma preparação ainda maior por parte da população e das autoridades. “Temos reforçado a necessidade de medidas emergenciais e de longo prazo, a fim de garantir o abastecimento de água em todas as áreas afetadas, pois a expectativa para 2024 é preocupante. Estamos em discussões também com o Comitê de Crise Hídrica, instituído pelo governo de Rondônia, para debater todas as estratégias necessárias para enfrentarmos este período”, pontuou.

EDUCAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO

Um dos pontos altos das visitas guiadas no estande da Caerd foi a oportunidade de educar a população sobre o uso racional da água. Estudantes e autoridades receberam orientações sobre pequenas mudanças que podem fazer uma grande diferença, como consertar vazamentos, reduzir o tempo de banho e reaproveitar a água da chuva para atividades que não exigem água potável.

Para a química da Caerd, Joelma Ferreira, o compromisso é que a água chegue até as casas com qualidade e tratada com os melhores recursos disponíveis. “A responsabilidade de preservar a água é de todos nós. Pequenas ações como evitar desperdícios e reparar vazamentos podem ter um impacto significativo”, frisou.

CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS DA RONDÔNIA RURAL SHOW INTERNACIONAL 2024

1º Dia do evento

2º Dia do evento – Parte II – Parte III

3º Dia do evento

4º Dia do evento

5º Dia do evento – Parte II – Parte III


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Richard Neves
Fotos: Newton Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Água, Crise Hídrica, Evento, Governo, Ji-Paraná, Meio Ambiente, Região Central, Rondônia, Rondônia Rural Show Internacional 2024, RRSI, Saneamento, Saúde, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe


Pular para o conteúdo