Governo de Rondônia
18/07/2024

CADEIA PRODUTIVA

Programas de aquisição de alimentos garantem renda a centenas de agricultores familiares

26 de junho de 2024 | Governo do Estado de Rondônia

Programa Estadual de Aquisição de Alimentos atendeu durante o primeiro semestre do ano, 558 produtores individuais e 12 cooperativas

Com recursos da União e do estado, centenas de produtores rurais de Rondônia, enquadrados pela legislação como agricultores familiares, foram contemplados no primeiro semestre de 2024, com a compra de suas produções através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Estadual de Aquisição de Alimentos (PAA-RO).

A Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) fomenta a realização dos cadastros de produtores e entidades, além da inserção de notas fiscais, garantindo a prestação de contas no sistema.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o Programa Estadual de Aquisição de Alimentos fortalece a cadeia produtiva e estimula a agricultura familiar, aumentando a renda dos produtores e melhorando as condições de permanência do homem do campo.

INVESTIMENTOS

O PAA-RO, criado pelo governo de Rondônia, atendeu durante o primeiro semestre de 2024, 558 produtores individuais e 12 cooperativas. Os valores aplicados pelo estado foram no valor de R$ 3 milhões, para compra com doação simultânea. Nessa modalidade, o governo estadual compra dos produtores familiares e doa para entidades de assistência social devidamente cadastradas.

Já o Programa de Aquisição de Alimentos, do governo federal, orçou para o ano de 2024, o valor de R$ 6,3 milhões em aquisições. Neste seis meses foram executados R$ 1.955.088,65 (um milhão, novecentos e cinquenta e cinco mil, oitenta e oito reais e sessenta e cinco centavos), incluindo 1.066 produtores rurais.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura, Luiz Paulo, os programas de aquisição favorecem o comércio e a alimentação do próprio produtor. “Os benefícios do programa são uma via de mão dupla, uma vez que, a produção dos agricultores beneficia milhares de famílias, que se encontram em situação de insegurança alimentar,” ressaltou.

BENEFÍCIOS

A Coordenadoria de Agricultura Familiar da Seagri, unidade técnica que cuida dos programas, enumerou alguns pontos que beneficiam a cadeia produtiva, tais como:

  • Ampliação do giro econômico
  • Fortalecimento da agricultura familiar
  • Aumento da rentabilidade do produtor
  • Melhores condições para permanência do homem do campo
  • Diversificação da produção
  • Estimular hábitos saudáveis na alimentação
  • Complementação na merenda escolar
  • Melhoria na alimentação das pessoas em situação de insegurança alimentar

ENTRE NO GRUPO DE WHATSAPP E RECEBA NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Gerson Costa
Fotos: Arquivo Seagri/Decom/Jéssica Ocampo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Cidadania, Economia, Governo, Governo Fez e Faz, Municípios, Políticas Públicas, Rondônia, Sociedade


Compartilhe


Pular para o conteúdo