Governo de Rondônia
15/07/2024

PRÁTICAS DE MANEJO

Manejo e produção para a economia da Pecuária Leiteira em Rondônia são destaques no Dia Mundial do Leite

01 de junho de 2024 | Governo do Estado de Rondônia

O leite produzido no estado é destaque devido aos investimentos em boas práticas de manejo e qualidade na produção

O Governo de Rondônia destaca a pecuária leiteira como uma atividade relevante para a economia local e nacional, que tem se desenvolvido com investimentos em tecnologia, melhoramento genético, infraestrutura e assistência técnica. Em comemoração ao Dia Mundial do Leite, 1° de junho, é possível evidenciar a significativa produção de leite no estado, por meio do Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira do Estado de Rondônia (Proleite).

De acordo com o titular da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Luiz Paulo, a celebração do Dia Mundial do Leite é uma oportunidade para reconhecer o desempenho da pecuária leiteira na economia e na alimentação, incentivando, ainda mais, o desenvolvimento sustentável do setor. “O governo do estado continuará apoiando e incentivando os produtores de leite em Rondônia, garantindo assim, um futuro promissor para a atividade em todo o estado”, evidenciou.

PROGRAMA PROLEITE

A pecuária leiteira em Rondônia é realizada em propriedades de pequeno e médio porte, com sistemas de produção familiar, assim como na de maior escala. Além disso, o estado conta com indústrias de laticínios que desempenham um papel essencial no processamento e comercialização do leite e seus derivados.

O programa Proleite, desenvolvido pela Seagri, tem como objetivo incentivar e apoiar a produção de leite no estado. Através de ações como capacitação técnica, melhoria da infraestrutura e assistência aos produtores, o programa busca aumentar a produtividade e qualidade do leite produzido em Rondônia. Além disso, o Proleite visa, também, estimular a organização dos produtores, fortalecendo a cadeia produtiva do leite e contribuindo ao desenvolvimento econômico e social da região.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a atividade de produção de leite gera emprego e renda para milhares de famílias rondonienses, além de contribuir para a segurança alimentar da população. “A qualidade do leite produzido no estado é um fator de destaque, sendo resultado dos investimentos em boas práticas de manejo e qualidade na produção”, pontuou.

Segundo o presidente da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), Júlio Cesar Rocha, Rondônia possui um plantel de mais de 2,8 milhões de cabeças destinadas à produção leiteira. O estado ocupa a 10ª posição no Brasil, com uma produção diária de mais de 1,6 milhão de litros, sendo o primeiro da região Norte do país. “Esses números são resultados do trabalho dos produtores locais, que contam com o incentivo e a fiscalização da Idaron para garantir a sanidade do rebanho e a qualidade dos produtos sob inspeção estadual,” afirmou.

MAIOR PRODUÇÃO DE LEITE

Municípios como Jaru, Machadinho do Oeste, Ouro Preto do Oeste, Nova Mamoré e Porto Velho se destacam na produção diária de leite. Os produtores têm buscado modernizar suas propriedades, implementando práticas de manejo mais eficientes e investindo em equipamentos e sistemas de ordenha mecanizada.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Jean Carla Costa
Fotos: Frank Néry e Irene Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Governo, Governo Fez e Faz, Jaru, Jaru, Machadinho do Oeste, Nova Mamoré, Ouro Preto do Oeste, Porto Velho, Rondônia, Serviço, Sociedade, Tecnologia, Terceiro Setor


Compartilhe


Pular para o conteúdo