Governo de Rondônia
20/05/2024

ATENDIMENTOS

Através de parcerias, Sejus realiza ação de assistência social para servidores e reeducandos de Guajará-Mirim

22 de junho de 2022 | Governo do Estado de Rondônia

Foram realizados 782 atendimentos de assistência social, saúde, jurídicos e religiosos

Na busca da ampliação de assistência social dentro das unidades prisionais do estado de Rondônia, prevista na Lei de Execução Penal, o Governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus, em parceria com uma Igreja Evangélica de Porto Velho realizou nos dias 17, 18 e 19 de junho o projeto “Amor Ágape”, na Casa de Detenção de Guajará Mirim.

A ação foi organizada pela Gerência de Reinserção Social da Sejus – Geres e Diretoria Regional de Porto Velho que, com o apoio da coordenadora do projeto Rosely Fernandes Moreira Ojopi, realizaram-se 782 atendimentos de assistência social, saúde, jurídicos e religiosos.

Ação contemplou servidores e reeducandos com diversos serviços oferecidos

Foram 49 atendimentos odontológicos, 58 atendimentos de assistência jurídica, 22 emissões de RG, 29 batismos, 75 sessões de massoterapia, 35 serviços de barbearia e 257 atendimentos psicológicos e religiosos. A ação contemplou toda a unidade tendo os serviços disponibilizados para servidores e reeducandos.

Os atendimentos foram prestados por profissionais voluntários que contaram com o apoio do efetivo da unidade e do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais – Gape de Guajará-Mirim. O policial penal do Gape de Guajará-Mirim, Franciarles Cardoso dos Santos destacou que o projeto reflete de forma positiva em vários aspectos. “Além da ressocialização que buscamos através da assistência religiosa e de cunho social aos internos da unidade, reduziremos as escoltas externas para atendimento de saúde, pois a ação iniciou com um levantamento dos reeducandos que necessitavam de atendimento, prestando assim os atendimentos necessários dentro da própria  unidade”, afirmou.

A coordenadora do projeto citou que o objetivo da ação é promover saúde emocional e espiritual. “Buscamos essa oferta de saúde emocional e espiritual aos servidores, reeducandos e seus familiares e pelo fato de realizamos o projeto com zelo, cuidado e responsabilidade, obtemos um acolhimento e humanização por parte da população carcerária e demais envolvidos”, concluiu.

O diretor-geral da unidade pontuou que a assistência religiosa tem o poder de transformar vidas. “ Em 2 Timóteo 3:16-17, Paulo disse que toda escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra. Então acreditamos que a assistência religiosa é fundamental para fins de ressocialização dentro das unidades prisionais”, finalizou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Taiana Mendonça
Fotos: Rosely Fernandes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Governo, Rondônia, Saúde, Serviço, Servidores, Solidariedade


Compartilhe


Pular para o conteúdo