Governo de Rondônia
Tuesday, 21 de September de 2021

CAPACITAÇÃO

Policiais penais concluem curso de formação voltado para a criação do Gape de Guajará-Mirim

26 de agosto de 2021 | Governo do Estado de Rondônia

Cleidaiane foi uma das seis mulheres que concluíram o curso e ainda um dos destaques pelo espírito guerreiro  e comprometimento.

Com o objetivo de implantar o Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) na comarca de Guajará-Mirim, o Governo do Estado de Rondônia, por meio da Escola Estadual de Serviços Penais (Esep) da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), realizou, na terça-feira (24), o encerramento do curso de Incursão em Ambiente Prisional II CIAP, no município. O curso teve início no último dia 16.

O planejamento do curso iniciou ainda em 2019, após análise da Gerência Regional I, que viu a necessidade de uma equipe do Gape na comarca, até então atendida pela equipe de Porto Velho, porém, a logística impossibilitava uma ação célere caso houvesse a necessidade. Os profissionais do Gape são capacitados para atuarem e intervirem em situações de motins e rebeliões dentro das unidades prisionais do Estado, restabelecendo a ordem e a segurança, com uma ação rápida e idônea.

A seleção para o curso ocorreu por teste de aptidão física (TAF), realizado nos dias 28 e 29 de Julho. No total, 42 policiais penais, sendo 35 do sexo masculino e sete do sexo feminino, foram aprovados e iniciaram a capacitação. Desses, 36 concluíram o curso e foram certificados. Durante 9 dias, os policiais penais ficaram em regime de internato, recebendo treinamentos nos 3 turnos, incluindo também as madrugadas.

DISCIPLINAS

O objetivo do Sejus é capacitar todos os Policiais Penais do Estado com o treinamento a nível Gape, pois o curso de Incursão em Ambiente Prisional aprimora, de forma eficaz, com aulas teóricas e práticas, o físico, técnico e psicológico dos servidores. Para isso, foram selecionadas minuciosamente as seguintes disciplinas:

Dez disciplinas foram ministradas por docentes da própria Sejus 

– Legislação;
– Procedimentos de revista e algemamento;
– Escolta;
– Bastão;
– Tonfa PR-24;
– Gerenciamento de crise;
– Instrumentos de menor potencial ofensivo;
– Armamento e tiro;
– Imobilizações táticas;
– Intervenção prisional.

As aulas foram ministradas por servidores da própria secretaria selecionados por meio de processo seletivo para credenciamento de docentes. O curso contou ainda com três disciplinas extras:

– Instrução de Abordagem Policial – ministrada pela Policia Militar
– Sobrevivência Policial – ministrada pela Policia Civil
– Intervenção Tática – ministrada pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

ALUNOS DESTAQUES

O corpo docente da Esep selecionou cinco alunos que se destacaram durante o curso. Samuel Cordeiro de Lima, de 60 anos, concluiu o curso muito emocionado e agradeceu a capacitação e aprendizagem. “Me superei de todas as maneiras e a forma que a Esep, os instrutores, coordenaria e até os colegas direcionaram o curso, foi meu combustível para chegar até aqui”, disse.

Maicon Uelquer Silva Freire, Cleidaiane Barbosa da Silva e Marcus Vinicius Falcão Regis de Moura também foram escolhidos como destaques. “Eles incorporaram o espírito guerreiro e atuaram com comprometimento e disciplina às atividades propostas”, disse a diretora da Esesp, Ana Cláudia Serafim.

Trinta e seis policiais penais concluíram o curso 

Cleidaiane, além de destaque, foi uma das seis servidoras que se formaram. “Participar do curso é de suma importância, pois é uma qualificação para o servidor desenvolver suas atividades dentro das unidades prisionais, nos tornando tecnicamente e emocionalmente preparados para lidar com situações de crise”.

A policial penal ainda ressaltou a importância da inserção das mulheres em treinamentos com atividades físicas elevadas. “O nível de dificuldade do curso é altíssimo e disputar de igual para igual com o sexo masculino nos torna guerreiras. A graduação é uma honra, além de deixar claro que as mulheres podem estar no mesmo nível de qualificação dos homens ”, frisou.

O quinto aluno selecionado foi Franciales Cardoso dos Santos. O policial penal se destacou pelo seu espírito de liderança, proatividade e companheirismo, sendo selecionado pela equipe 01 do grupo.

AGRADECIMENTOS

A Sejus agrade o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento Penitenciário Nacional (Depen), pela parceria e prestatividade em compartilhar seus conhecimentos. Agradecemos também ao 6º Batalhão de Infantaria de Selva, comandado pelo Tenente Coronel Leriche Albuquerque Barros, que prestou todo o apoio na logística para a realização do curso.

Na ocasião, estiveram presentes o tenente Felix, representando a major PM do 6º BPM de Guajará-Mirim, Michelly da Silva Mendes, o diretor da Penitenciária Federal de Porto Velho, Leonardo Rosa Maia, o gerente de Patrimônio e Logística da Sejus, Elissandro Aguiar, o tenente-coronel da Base de Instrução Príncipe da Beira, Leriche Albuquerque Barros, o gerente regional Valdomiro Silvino de Melo, representando o secretário de Justiça Marcus Rito, e a diretora da Esep, Ana Cláudia Serafim, que na oportunidade agradeceu ao secretário todo o apoio prestado as iniciativas da Escola em busca da capacitação dos servidores do sistema prisional do Estado.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Taiana Mendonça Miranda de Queiroz
Fotos: Taiana Mendonça Miranda de Queiroz
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Cursos, Governo, Justiça, Polícia, Rondônia, Segurança


Compartilhe