Governo de Rondônia
Tuesday, 28 de September de 2021

Governador fala de ações pós cheia em rede estadual de rádio

30 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

“Nós vamos sair por cima, iremos nos recuperar”, esta foi a mensagem de fé e esperança que o governador Confúcio Moura dirigiu à população rondoniense, em especial as comunidades atingidas pela cheia do Madeira, durante entrevista concedida a na manhã desta quinta-feira (29), ao jornalista Maurício Calixto em seu Programa a Hora do Povo, da Rádio Rondônia (93.3 FM), na capital e retransmitida por mais de sessenta estações em todo o Estado.

Na iminência de completar 42, dos 48 meses de governo para este mandato, Confúcio afirmou estar tocando a missão de conduzir Rondônia com força e trabalho e que por vezes o dia parece curto para tanto que há de se fazer em prol do Estado.

O governador ainda esteve à frente da rede de amparo da maior catástrofe da história do Estado, que vitimou mais de vinte mil pessoas. “A reação do governo nestes casos é socorrer as pessoas e prefeituras. Junto com a Defesa Civil Estadual, que era comandada pelo Coronel Caetano, agimos para que não ocorressem fatalidades e bem ou mal todas as vítimas estão vivas”, afirmou o Chefe de Estado.

9 - mauricio

O Plano de ação do pós cheia irá contemplar ações de logo e curto prazo. De imediato o governo já estará a partir de segunda-feira com plantão para conferência cadastral das famílias que terão benefício ao aluguel social. Embora o governo tenha liberado verba para apenas dois meses, o governo do Estado irá garantir o pagamento do valor equivalente a R$ 500 reais mensais durante um período de seis meses.

Um investimento total de R$ 25 milhões. Além do aluguel social subsidiado com fundos próprios o governo prevê ainda o pagamento em parcela única do montante de R$ 1.000 para socorro imediato destas famílias.

Outras medidas foram pensadas para criar suporte necessário à população atendida como o crédito de até R$ 3 mil no Banco do Povo, bastando apenas que dois vizinhos atestem a vítima e requisitante do empréstimo.

O governador garantiu ainda que mil casas serão destinadas para os atingidos e caso não sejam suficientes para setembro serão entregues cerca de mil novas moradias que com certeza abrigarão estas famílias.

Nas comunidades ao longo do Rio Madeira convênios com a Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e prefeitura de Porto Velho destinaram lotes de madeira apreendida para beneficiamento e que servirão como matéria prima para a reconstrução das comunidades.

Foi aprovada a criação da Cidade Franca beneficiando com 80% de incentivo de ICMS, além dos mesmos privilégios da Zona Franca de Manaus em relação aos encargos federais. “Um relógio que irá custar R$ 1.000 em Porto Velho, em Guajará pode custar R$ 400. Este incentivo que restringe bebidas, armas e carros irá atrair turismo e comércio par a região”, afirmou o governador.

Ainda durante a entrevista, o governador discorreu sobre as ações para o setor produtivo do Estado que vem despontando com a realização do Rondônia Rural Show e inauguração da usina de calcário, prevista para o próximo sábado nas instalações da Usina, em Pimenta Bueno.

O cronograma de pagamento do funcionalismo público estadual está mantido e o governo vai honrar com seu compromisso até dezembro deste ano. A primeira parcela do 13º salário estará na conta até agosto.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Romeu Noé
Fotos: Marcos Freire
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Justiça, Meio Ambiente, Obras, Rondônia, Saneamento, Serviço


Compartilhe