Governo de Rondônia
Friday, 17 de September de 2021

SAÚDE PÚBLICA

Fhemeron convoca doadores para que estoque de sangue seja reforçado visando a realização de cirurgias

06 de agosto de 2021 | Governo do Estado de Rondônia

Doação de sangue é gesto de solidariedade e segue todos os protocolos de segurança

Na expectativa de manter os estoques de bolsas de sangue, principalmente dos tipos “negativos” que já estão em baixa, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron) convoca a população para o ato solidário de de amor ao próximo de doar sangue, de modo especial neste momento em que o Governo do Estado está retomando as providências e a realização das cirurgias eletivas que estavam suspensas desde o início da pandemia da covid-19.

De acordo com assistente social Maria Luíza Pereira, gerente de captação da Fundação, todo tempo é tempo de doar sangue. Ela destaca a necessidade de doação de todos os tipos sanguíneos para que não falte durante uma emergência.

“Estamos chamando a todos e, de modo especial, os doadores dos tipos negativos, para que possamos manter e regular o estoque”, enfatizou observando que com a realização dos mutirões de cirurgias, a procura por sangue na Fhemeron aumentou bastante, gerando preocupação do serviço de captação da unidade.

CIRURGIAS

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), como resultado da ação do mutirão de cirurgias para diminuir a fila de espera gerada pela pandemia, no geral, o Estado de Rondônia está realizando um pouco mais de 1.400 cirurgias por mês. Esta ação ocorre simultaneamente no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, Hospital Regional de Cacoal, Hospital Regional de Extrema, Hospital Regional de Buritis e Hospital Regional de São Francisco do Guaporé.

Maria Luíza explicou que, neste momento, a prioridade é atender as necessidades geradas com o mutirão de cirurgias, mas que existem inúmeros casos de pessoas que precisam de sangue, fora da previsão dos hemocentros, como em relação às calamidades e as emergências, especialmente aquelas causadas por acidentes de trânsito. Ela disse também que além das pessoas que submetem a procedimentos e intervenções médicas, o sangue também é indispensável para pacientes com doenças crônicas graves, que fazem tratamento contínuo.

QUEM PODE DOAR SANGUE

De acordo com orientações da Fhemeron, podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50 kg. Para isso, o doador deve apresentar documento oficial com foto, e os menores de 18 anos só podem doar com autorização formal dos pais ou responsáveis legais.

Maria Luíza explicou que, fora dessas condições, não há impedimento para se fazer doação de sangue, esclarecendo que mesmo as pessoas que tiveram covid-19 podem fazer suas doações após 30 dias da cura, e aquelas que tomaram a vacina (qualquer uma) também podem doar sangue após sete dias.

A gerente de captação da Fhemeron informou, ainda, que as doações na Fundação permanecem com a mesma programação, de segunda à sexta-feira, das 7h15 às 18h, e no sábado, das 7h15 às 12h.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Frank Néry e Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia, Saúde


Compartilhe