Governo de Rondônia
Friday, 24 de September de 2021

Evento

Cacoal sediará I Conferência Territorial de Economia Solidária

03 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Nos próximos dias 10 e 11 de junho acontece em Cacoal a I Conferência Territorial de Economia Solidária. O evento abrange os municípios que compõem o Território Rio Machado, sendo eles Cacoal, Ministro Andreazza, Pimenta Bueno, São Felipe, Primavera, Parecis e Espigão d’Oeste.

A abertura do evento, voltado aos pequenos produtores, está marcada para às 10 horas da manhã, no Centro de Formação Padre Ezequiel Ramim – Comunidade São Judas (Rua Floriano Peixoto, s/n, Bairro Novo Horizonte) em Cacoal.

site02

De acordo com a gerente regional da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), Maria José Dotto Meyer, “a I Conferência Territorial de Economia Solidária tem como objetivos realizar um balanço sobre os avanços, limites e desafios da Economia Solidária, promover o debate sobre o processo de integração das ações de apoio fomentadas pelos governos e pela sociedade civil, elaborar planos municipais e territorial de Economia Solidária, além de eleger os delegados para participar da III Conferência Estadual de Economia Solidária que acontece entre os dias 25 a 27 de Junho, em Porto Velho”.

Estão convidados para participarem da conferência representantes do poder público (Federal, Estadual, Municipal), como gestores, administradores públicos, Poder Legislativo e Poder Judiciário; organizações da Sociedade Civil, como entidades de fomento e apoio à economia solidária, outras organizações da sociedade civil e movimentos sociais e populares; e também empreendimentos Econômicos Solidários e suas organizações de representação.

Economia Solidária

A Economia Solidária aponta para uma nova lógica de desenvolvimento sustentável com geração de trabalho e distribuição de renda, mediante um crescimento econômico com proteção dos ecossistemas. Seus resultados econômicos, políticos e culturais são compartilhados pelos participantes, sem distinção de gênero, idade e raça. Implica na reversão da lógica capitalista ao se opor à exploração do trabalho e dos recursos naturais, considerando o ser humano na sua integralidade como sujeito e finalidade da atividade econômica.

Compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias, redes de cooperação, entre outras, que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo solidário. Nesse sentido, compreende-se por economia solidária o conjunto de atividades econômicas de produção, distribuição, consumo, poupança e crédito, organizadas sob a forma de autogestão.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin - Assessoria Regional de Cacoal
Fotos: Arquivo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Governo


Compartilhe