Governo de Rondônia
Friday, 24 de September de 2021

INFRAESTRUTURA

Projeto Reca fecha contrato com empresa de cosméticos e vai triplicar a produção de sitiantes na Ponta do Abunã

13 de julho de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Nos próximos anos, os produtores da região de Ponta do Abunã, formada pelos distritos de Fortaleza do Abunã, Vista Alegre, Extrema e Nova Califórnia – todos localizados no município de Porto Velho, com a população estimada em pelo menos 20 mil moradores, precisarão triplicar sua produção para atender as demandas do Reflorestamento Econômico Consorciado Adensado (Projeto Reca), cooperativa de pequenos produtores especializada no beneficiamento de alimentos e produtos da floresta.

Instalado há mais de 20 anos em Nova Califórnia, o Projeto Reca é considerado ponto forte da economia da região. Atua no beneficiamento de alimentos produzidos por pelo menos 450 famílias.

O prestígio do Reca garantiu à cooperativa um contrato com a Natura, uma das maiores indústrias de cosméticos do País. Para atender a Natura, o Reca terá de triplicar sua produção, o que exigirá maior empenho dos produtores.

Residente do DER, Irineu Antonio Hofstetter com o vice-presidente do Reca, Simildo Kaifer

Residente do DER, Irineu Antonio Hofstetter com o vice-presidente do Reca, Simildo Kaifer

Vice-presidente administrativo do Reca, Simildo Kaifer, afirma que a cooperativa terá investimento de R$ 8 milhões da Natura. Kaifer destaca que a implantação de uma unidade do Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) em Extrema foi fundamental para que o Reca pudesse firmar parceria com a Natura.

“Se não tivermos estradas, não adianta produzir. Estamos realizando reuniões frequentes com os sitiantes para convencê-los a investir, e a presença do governo estadual com o DER é nossa garantia para o escoamento”, declarou Kaifer, acrescentando que o agricultor só tem dinheiro se houver estradas.

Kaifer relata que antes da implantação do DER na Ponta do Abunã alguns produtores chegaram a perder até 100% da produção, porque não tinham como escoar o cultivo até o Reca. Disse que moradores das estradas Mendes Júnior e Eletrotécnica chegaram a abandonar suas propriedades por falta de estradas.

O diretor-geral do DER, Lioberto Caetano, ressaltou que o governador Confúcio Moura fortalecerá ainda mais a estrutura do DER na Ponta do Abunã. O residente do regional do DER em Extrema, Irineu Antonio Hofstetter, frisou que o governo tem dado o suporte necessário para que o agricultor não perca sua produção.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nilson Nascimento
Fotos: Nilson Nascimento
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Infraestrutura, Obras, Rondônia


Compartilhe