Governo de Rondônia
Monday, 18 de October de 2021

INTEGRAÇÃO

Órgãos que integram a Segurança Pública definem as ações estratégicas na Operação Brasil Integrado, em Rondônia

05 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Representantes dos órgãos que integram a Segurança Pública em Rondônia estiveram reunidos nessa terça-feira (4), no Comando Geral da Polícia Militar, onde confirmaram as ações estratégicas de atuação de cada organismo na Operação Brasil Integrado – Ação fronteira Sudeste e Goiás.

Representantes dos órgãos que integram a Segurança Pública reunidos

Representantes dos órgãos que integram a Segurança Pública reunidos

A Operação Brasil Integrado acontece nos dias 5, 6 e 7 de agosto e visa a prevenção para os Jogos Olímpicos Rio 2016, além de combater os principais crimes de fronteira, como tráfico de drogas, entrada de armas ilegais, contrabando, descaminho e transporte de veículos roubados ou furtados do Brasil para países vizinhos.

A operação teve início à meia noite desta quarta-feira em 16 estados, sendo 11 localizados na faixa de fronteira, quatro na região sudeste e o Estado do Goiás.

Em Rondônia, nove localidades serão alcançadas pela operação, sendo elas: Porto Velho, Extrema, Guajará-Mirim, Nova Mamoré, Buritis, São Miguel do Guaporé, Rolim de Moura, Colorado do Oeste e Vilhena.

O secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Antônio Carlos dos Reis, abriu a reunião e destacou a importância da integração das forças de segurança no combate aos crimes de fronteira. “Não é uma operação rotineira, contudo mostra a força e a presença do estado nas faixas de fronteiras, regiões que por natureza são de difícil acesso e que favorece a ação de quadrilhas. Gostaríamos de atingir todos os municípios do Estado, porém temos limitações. Por isto foram escolhidos municípios estratégicos”, salientou.

O comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Nilton Kisner, disse que o efetivo reduzido não é problema para o bom desempenho da operação. “Um bom efetivo não resolve quando não há criatividade, mas o planejamento e a união de esforços propiciam uma melhor segurança à população e é o que será feito nessa operação”, disse.

O gerente de Fronteiras (Gesfron), tenente-coronel Glanert, disse que toda estrutura está montada e que as informações serão repassadas à Brasília para compor os resultados dos demais Estados. “Em cada barreira, policiais e fiscais estarão de forma integrada no combate aos principais ilícitos peculiares a um estado de fronteira”, destacou.

São 12 órgãos que integram as ações de Segurança Pública durante a operação, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Força Aérea, Marinha, Sedam, Sefin, Receita Federal e o Ibama, por intermédio da operação Onda Verde.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Arian Oliveira
Fotos: Sesdec
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia, Segurança


Compartilhe