Governo de Rondônia
31/01/2023

ANIVERSÁRIO

Desenvolvimento e histórico de crescimento marcam os 108 anos de instalação de Porto Velho

24 de janeiro de 2023 | Governo do Estado de Rondônia

Construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré impulsionou o surgimento de Porto Velho

O dia 24 de janeiro marca o 108º aniversário da instalação do município de Porto Velho, uma das maiores capitais da região Norte. O município, que hoje tem 461.478 mil habitantes (IBGE-2022), nasceu das instalações portuárias, ferroviárias e residenciais da Madeira-Mamoré Railway Company e hoje, se encontra em pleno desenvolvimento, com oportunidades de trabalho e em constante expansão.

A data de 24 de janeiro de 1915 ficou marcado com a instalação do município de Porto Velho, então pertencente ao Estado do Amazonas, com posse do superintendente (prefeito) Fernando Guapindaia de Souza Brejense, indicado pelo governador do Amazonas, Jônatas Pedrosa e os intendentes (vereadores), pois a partir daí, o município passa a “andar com as próprias pernas”.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a capital do Estado é moldada com a união e fé de todos. “Sua história continua sendo escrita diariamente por toda nossa gente que sustenta sua grandeza, com trabalho, honestidade e valor. São pessoas que lutam, se movem e se dedicam por inteiro, fazendo pulsar esse sentimento que impulsiona Rondônia a continuar se desenvolvendo”, ressaltou.

Avenida 7 de setembro no ano de 1909 em Porto Velho

O professor e historiador Célio Leandro da Silva, conta que após a elevação de categoria a município, Porto Velho teve um início difícil, pois na época, o censo registrava entre 1.900 à 2.000 habitantes, sendo 60% da população em sua maioria estrangeiros, vindos de outros países para trabalhar na construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

“Porto Velho surgiu dessa mistura e miscigenação muito grande. Tivemos por aqui cerca de 50 nacionalidades, e Porto Velho foi emancipado neste caldeirão de pessoas, que demonstra muito o que somos hoje”, conta Célio Leandro.

Devido a toda esta miscigenação, Porto Velho chegou a ter como idioma oficial o inglês, principalmente até a década de 1920, por conta da presença de estrangeiros, que eram escritas em Ordens de Serviço, menus de restaurantes e até mesmo no primeiro jornal impresso da cidade, o ‘The Porto Velho Times’.

CRESCIMENTO

Antigo aeroporto de Porto Velho que atualmente, se tornou a Avenida Farquhar

Porto Velho começa a dar seus primeiros saltos populacionais durante a década de 1940, quando aconteceu o segundo ciclo da borracha, atraindo para a região, os nordestinos, por exemplo, e assim a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré – EFMM, passa a ganhar vigor.

Durante a década de 1980, outro ‘boom’ populacional se deu com a criação do Estado de Rondônia e também, com a descoberta do ouro no Rio Madeira em Porto Velho, e a capital se tornou o ‘Novo Eldorado’, por atrair pessoas de todo o mundo para vir trabalhar um busca deste precioso minério.

“Nesta década também foram surgindo os bairros nas zonas Sul e Leste de Porto Velho, como o Caladinho e Cidade do Lobo, devido ao garimpo, fluxo migratório e a abertura da BR-364”, relata o historiador Célio Leandro.

CURIOSIDADES

Foto histórica de Dana Merril registrada de cima de uma Castanheira, mostrando a EFMM

Ainda de acordo com Célio Leandro, Porto Velho possui ainda três datas que podem ser consideradas interessantes, sendo elas:

– Fundação de Porto Velho, em 4 de julho de 1907, quando são instalados os primeiros barracões e o empresário Percival Farquhar determinou o início da construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

– Criação do município de Porto Velho, em 2 de outubro de 1914. O governador do Amazonas, Jônatas Pedrosa, eleva a categoria de município, que até então, era um distrito que pertencia a Humaitá/AM.

– Instalação do município de Porto Velho, em 24 de janeiro de 1915, que marca o início da autonomia da cidade.

– Porto Velho se torna de fato “Brasileiro” com a chegada de Aluízio Pinheiro Ferreira, na década de 1930, que se tornou o primeiro administrador da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, se tornando um grande integrador da cidade.

INVESTIMENTOS

Obras de asfaltamento e recapeamento deram novo visual nas vias de Porto Velho

O Governo de Rondônia promoveu importantes investimentos para a dar continuidade no desenvolvimento do Estado, que tem perspectivas promissoras em diversas áreas. Somente na capital, em parceria com a Prefeitura de Porto Velho, houve o investimento de mais de R$ 200 milhões, com recursos próprios, para obras de recapeamento e asfaltamento, em bairros das zonas Sul e Leste, além dos distritos, com as obras sendo realizadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes – DER.

Outro importante investimento de melhoria urbana em Porto Velho é no complexo do Espaço Alternativo, que conta com o investimento de R$ 6,7 milhões com recursos próprios, para a reforma completa dos três quiosques existentes, jogos de banheiro e poços semi-artesianos. É uma das preocupações do Poder Executivo investir na revitalização da capital do Estado, para garantir uma malha viária segura e de qualidade, além de melhorar os espaços onde os populares possam praticar exercícios físicos e ter momentos de lazer.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Richard Neves
Fotos: Nilson Santos, Dana Merril, Acervo/Célio Leandro
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura, Distritos, Educação, Governo, Habitação, Indígena, Infraestrutura, Lazer, Obras, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade, Turismo


Compartilhe