Governo de Rondônia
Friday, 24 de September de 2021

VISITA

Comissão de Direitos Humanos e Pastoral Carcerária apontam melhorias no sistema penitenciário de Rondônia

22 de maio de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Com o objetivo de apresentar sugestões de melhorias para o sistema penitenciário de Rondônia, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) recebeu na sexta-feira (19) a visita do arcebispo metropolitano de Porto Velho, dom Roque Paloschi, juntamente com o padre da Pastoral Carcerária, José Geraldo da Silva; e a integrante da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Dulce Cavalcante.

O objetivo da visita foi apresentar sugestões de melhorias para o sistema penitenciário de Rondônia a Secretaria de Estado da Justiça

O objetivo da visita foi apresentar sugestões de melhorias para o sistema penitenciário de Rondônia à Sejus

O secretário de Justiça, Marcos Rocha, juntamente com o diretor executivo da Sejus, Valdemir Góes, e os visitantes dialogaram sobre várias situações do sistema penitenciário do estado. Os representantes da Pastoral Carcerária, Arquidiocese e a Comissão de Direitos Humanos pontuaram algumas situações do sistema penitenciário e deram sugestões para resolvê-las.

“Desde já reconhecemos que tem ocorrido muitas melhorias no sistema. Tivemos a oportunidade de falar com o secretário sobre as situações que acontecem dentro das unidades prisionais e precisávamos ter esta conversa com o secretário para ele saber que muitas coisas podem ser corrigidas. Nosso diálogo foi muito bom e proveitoso. O secretário se mostrou bem atencioso e disse que vai averiguar as denúncias. Vemos que ele tem compromisso”, afirmou Dulce Cavalcante.

Dom Roque Paloschi disse acreditar no caminho do diálogo, do encontro da corresponsabilidade. “O objetivo era partilhar nossas preocupações e, acima de tudo, nos colocar como parceiros neste processo de ressocializar do apenado junto à Secretaria de Justiça”.

“Não basta apenas falar dos problemas existentes no sistema penitenciário. Existem pessoas que querem ajudar. Ao contrário do que se poderia esperar de uma Pastoral Carcerária, que seria trazer críticas, trouxeram soluções e ideias. Vamos ler todas as sugestões com carinho e procurar, na medida do possível, implantá-las”, disse Marcos Rocha.

A Comissão de Direitos Humanos juntamente com a Pastoral Carcerária parabenizaram os investimentos que têm sido feitos no sistema penitenciário, o aumento da execução dos projetos de ressocialização e se mostraram preocupadas com o aumento da população carcerária e a quantidade de prisões.

Leia mais:

Começa implantação de sistema para mapear população carcerária em Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cíntia Xavier
Fotos: Cíntia Xavier
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Justiça, Rondônia


Compartilhe